Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Cena 7 ... Gooo !

por Dady, em 14.08.08

Acho este capitulo mesmo mal. xD
E sabem porquê ?? Já tenho outra coisa em mente. ^^
Por isso, vou tentar acabar isto o mais rápido possivel!

Se nao gostarem nao faz mal, fica pra próxima. xDDD
*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

Katie:


Fui na ambulância com o Daniel, enquanto eles vinham no carro do Gerard atrás de nós.
Lavada em lágrimas fazia festa no cabelo de Dan.

- Ele vai ficar bem ? – Perguntei entre lágrimas.
- Vamos fazer os possíveis para isso.
- Obrigada…

Chegámos ao hospital e ele foi para a sala de urgências. Fiquei na sala de espera com o ombro da Sakura á minha volta e o James a meus pés.

James: - Calma, Katie. Ele vai ficar bem. Mas vocês tinham assim uma amizade tão grande? Ou andaram na brincadeira ontem á noite ?? :P
Sakura: - Cala-te James ! Não é altura para brincadeira ! – Deu-lhe um murro no ombro.
James: - Auu ! Parva ! Isso doeu ! xD

Ninguém sabia o que eu estava a sentir, nós não éramos muito amigos na realidade mas… acho que estava apaixonada por ele. Não por ser famoso, mas por ser a pessoa que é.
Saiu um médico dos cuidados intensivos e saltei da cadeira.

Eu: - Desculpe, Sr.Drº ?
Médico : - Sim ? São da família de Daniel Radcliffe?
Eu: - Não, mas somos amigos. Os únicos que estão aqui por ele.
Médico : - Fizemos os possíveis. Ele perdeu muito sangue, mas já extraímos a bala. O problema é que ainda não ganhou os sentidos. 
- Mas ele vai sobreviver não vai ?? – Disse sobressaltada.
- Oh, claro que vai ! – Deu uma risadinha. – Agora acalme-se.

Onde estariam os pais dele naquele momento ?? Fui visitá-lo, estava muito pálido, ligado a soro e com uma ferida cosida muito estranha.
Apertei a mão dele como ele fizera comigo, e com a outra mão fiz-lhe festas na cara.
Comecei a falar-lhe, mesmo sabendo que não me ouvia:
- Daniel, era tão bom que me ouvisses agora. Queria que soubesses que te amo, não por seres famoso ou coisa assim, porque não. Gosto de ti por seres verdadeiro, querido, um verdadeiro amor.

Caiu uma lágrima da sua face. Foi então que percebi que ele estava acordado e tinha ouvido tudo o que disse. OMG ! E agora ?? Ele sabia que estava apaixonada por ele ! =X

Daniel: - Olá Princesa. :D
Eu: - não tinhas perdido os sentidos ? :S
Daniel: - Txeii ! Até parece que me querias morto e enterrado. O.o
Eu: - Oh, desculpa. E não, não te quero enterrado e muito menos morto.
Daniel: - Hã… Eu ouvi o que me disseste enquanto pensavas que dormia…
Eu: - Agh ! Pois… desculpa. >.<
Daniel: - Se queres que te diga a verdade… também sinto algo por ti. E é muito mais que amizade.

Não me contive. Baixei-me e beijei-o.

- Desculpa ! Eu… eu.. não me contive… desculpa !! – Caiu-me uma lágrima no rosto.
 Daniel: - Hey, calma miúda. Por mim está tudo bem. (:

Beijámo-nos outra vez e o James e a Sakura entraram sem bater á porta.

James: - Wow ! Eu sabia que havia ai coisa !! Vocês é que não me contaram ! – Puxou uma cadeira e sentou-se – Vá, contem pormenores de ontem á noite. Usaram preservativo pelo menos ? O.o
Eu: - James ! - Virei-me e preguei-lhe uma estalada.
James: - Auu ! Isso dói, Katie !! … Então Daniel ? Como é que está o menino querido da minha Katie ?
Eu: - James ! – Reparei que Dan começara a rir á gargalhada e fizemos o mesmo.
Sakura: - Katie, temos uma má noticia. 
Eu: - Mau ! Que aconteceu ??
James: - Calma, é que… como nos dirigimos logo para a ambulância… a policia deixou escapar o homem. =X
Eu: - O QUÊ ?! O homem que tentou matar o Daniel não foi preso ?? Oh meu Deus !
Sakura: - Calma! Eu, o James e a Mary vamos voltar lá.
Daniel: - Nem pensem ! E se estiver lá o homem? Vão arriscar a vossa vida ??
James: - Não me interessa. Eu estarei lá para proteger a Sakura e a Mary.
 
Vi que o Daniel abriu a boca para dizer algo, mas antes que saísse algum som da sua boca, disse: - Não vale a pena contrariarmos… eu sei como vocês são. Vão lá então… querem que também vá ?
James: - Não, Katie. É muito perigoso e com o teu braço assim não ia ajudar muito.

Mary: 

 Sakura e James saíram da sala e partimos de encontro á casa. Entrámos e dirigimo-nos ao sótão. Até aí tudo calmo.
Ouvi fungar e virei-me rapidamente, Sakura também ouvira e também se virara.

Eu: - Hã… amor… ouviste aquilo ?? – Tremia de medo.
James: - Sim, ouvi. Vou lá ver.
Eu: - Não ! Tem cuidado, por favor.

Ele espreitou para debaixo duma secretária velha…

James: - Olhem, olhos de gato… anda cá, bichano, anda !
Sakura: - James, a lanterna! – Acendeu a lanterna e atirou-a pelo ar até que pairou nas mãos de James.

James apontou lá para dentro : - Olá. Não te faço mal, anda comigo… eu ajudo-te. – Estendeu a mão e saiu de debaixo da secretária uma criança, muito suja e ferida com o gato ao seu colo.

 - QUEM ESTÁ AI ? – Gritou uma voz.
Guinchei.
Sakura: - Chiu, Mary ! Vamos embora! James, trás o miúdo. – Sussurou.

E corremos para fora daquela casa o mais rápido possível.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:33

Tudo aqui presente é da autoria de Dália Rodrigues. Plágio é crime. Just sayin'...


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Phii × Spongebob a 14.08.2008 às 14:54

Ola'

Ai qe isto ta' emocionante *.*

Qero mais sff

Bjoo'z *
Sem imagem de perfil

De aninha a 14.08.2008 às 15:04

que fixe, a parte que mais gostei foi a do hospital
Sem imagem de perfil

De Claudjinhaa a 14.08.2008 às 16:03

Bem , esta muito fixi
MAS
acabaste na melhor parte porca xD

Posta maiis :D
Pleasee ??
Imagem de perfil

De Juqaa ^^ a 29.08.2008 às 21:03

Que terra de doidos !

- Um gay violador
- Um belhote que os quer matar !
omg xD

Mas vá, é original e coiso *.*

Comentar post



sobre mim

foto do autor