Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Cena 8 ... The End !

por Dady, em 15.08.08

E este vai ser o fim de uma grande historia. Espero que tenham gostado.
Até poderia continuar a história, mas outra história invadiu-me a mente e tenho de prosseguir com ela. =X

Tem bolinha vermelhinha. :P O

E agora o 8º e ultimo capitulo... ^^
*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*

James:

Íamos a correr por entre campos quando ouvi o miúdo dizer, numa voz rouca e muito sumida: - Tenho de voltar. O meu amo precisa de mim…

Parei de repente e quase cai. Olhei nos olhos da criança e baixei-me. 

- Amo ?? O homem daquela casa é teu amo ? – Perguntei com ar curioso.
Criança: - Sim… ele ser meu pai e meu pai precisar de mim. Meu amo precisa dos meus serviços.
Sakura: - James ! Porque paraste ?? Temos de levá-lo ao hospital !!
Mary: - Anda, amor !
Eu: - Não, esperem… ele diz que tem de voltar… o homem daquela casa é o seu amo e precisa dele. :S
Sakura: - Quê ?!
Eu: - Calem-se ! – pedi.
Criança: - Por favor, deixem-me voltar.
Eu: - Desculpa, mas primeiro tens de ser tratado. Essas tuas feridas estão em muito mão estado. – E dirigimo-nos para o hospital onde, por acaso, estava Daniel.

Levámos o miúdo a uma enfermeira para que tratasse das suas feridas e fomos para o quarto onde estava Katie com o Daniel.
Entrei de repente pela porta e mais uma vez estavam eles a beijarem-se. –‘

Eu: - Fogo ! Agora vão andar sempre aos beijos é ? Qualquer dia entro aqui e estão vocês a comerem-se ai na cama ! Tenham cuidado, estão num hospital. –‘
Katie: - James ! Sakura ! – Correu para nós e abraçou-nos – Estão bem . (‘:

Sentámo-nos nas cadeiras e contámos-lhes tudo o que acontecera.

Katie:

Eu: - Txeii ! O que eu perdi ! :O
Sakura: - Hã… Katie… o Gerard ?
Eu: - Ele foi ensaiar… o concerto é daqui a 2 dias, ele tem de ensaiar.
Sakura: - Ah…
James: - Então e como estás, Dan ? ^^
Daniel: - Oh, vai-se andando.
Eu: - Meninos, eu fico cá esta noite.
James: - Até aí eu já tinha chegado sim ? –‘ Vocês querem uma noite a sós… mas não se esqueçam de trancar a porta !! xD
Daniel e eu : - Jameeeeeeees !
James : - Pronto, pronto. Eu e a Sakura vamos andando para o hotel. Fiquem bem.

E despediram-se de nós com um beijo. Pus a cabeça no braço do Daniel e ele começou a fazer-me festinhas no cabelo. E de mão dada com o Daniel, adormeci.

Sakura: 

Grrr! E agora ?? Estava cheia de saudades dele. Amava-o tantooo ! Entrei no quarto, tirei o casaco e dirigi-me para a casa de banho. Acendi a luz, enchi a banheira de agua e despi-me. Senti umas mãos a taparem-me os olhos e de seguida começou a beijar-me o pescoço. Conhecia aquelas mãos, era o Gerard e, sabendo que era ele, deixei-me levar. Fomos até á cama aos beijos, e comecei a tirar-lhe a camisola. Deitámo-nos na cama e tirei-lhe as calças, e depois ele tirou-me o roupão. Ficamos ali aos beijos, de vez em quando ele tentava tirar-me a langerie, mas eu recusava. Gostava que a minha primeira vez fosse com ele, mas não me sentia preparada. Adormecemos ali, por entre beijos e carícias.

James:

Eu e a Mary dormimos juntos naquela noite, para dizer a verdade, não dormi nada, só pensava naquela criança.

Mary: - Amor ? Que se passa ?
Eu: - Estava a pensar naquela criança… coitada. Dizia que aquele homem era o seu amo, e ele amava-o como seu pai.
Mary: - Já pensaste que poderia ser mesmo o pai dele e o homem o tratava como um objecto ?
Eu: - Pois, também pode ser.

Na manhã seguinte fomos para o hospital. E… o miúdo tinha fugido.

Eu: - O quê ?? Como o puderam deixar fugir ??
Enfermeira: - Lamento imenso. Mas quando o fomos ver, esta manhã, já não estava no quarto…

Que estúpido ! Ele disse que queria voltar e, de certeza, ele voltou ! Virei-me para a Mary…

- Temos de ir lá de novo ! – sussurrei-lhe.
- O quê ?! Eu não volto lá ! – Gritou ela.
Eu: - És capaz de falar mais alto para todo o mundo ouvir ?! –‘
Mary: - Desculpa.
Eu: - Olha, eu vou ! Se não vais, não me interessa !!
Mary: - Não, eu vou contigo !!

E fomos a correr para junto daquela velha casa, a cair de podre.
Ouvimos gritos, ou melhor, gemidos. Espreitámos pela janela: o homem estava a violar a criança. |:
Deparava-me primeiro com um homossexual que me violara e agora com um pedófilo ? Ok, mais valia ter ficado em Portugal!! Liguei rapidamente para a policia e ficámos á espreita.

Homem: - Oh, filho !! Se não fosses tu com quem fazia sexo ?? A puta da tua mãe foi-se embora e deixou-te aqui comigo ! Também só serves para fazer sexo e fazer-me o comer !
Criança: - Sim, meu amo. Eu faço tudo o que o senhor quiser. – Guinchou vestindo as calças.
Homem: - Mas quem te disse que já tinha acabado ?? Despe-te já que quero mais prazer !

OMFG !! O homem era maluquíssimo ! Estava desesperado… onde estaria a policia ? Entretanto, ouvira lá ao longe a sirene do carro de policia. O homem nem ouvira nada, pois os gritos de seu filho eram muito agudos e penetravam o ouvido de qualquer um. A policia entrou dentro da casa e rapidamente separaram o miúdo do homem. Puseram as algemas no pedófilo e levaram a criança ao hospital. Ah, e, claro, levaram o gato para um canil.
Fomos ter com a Sakura ao quarto do hotel. A Mary pegou na sua chave e abriu a porta, não havia sinais de Sakura. Abrimos a porta do quarto e lá estava ela com o Gerard, enrolados na cama. 

Katie:

No dia seguinte, deram alta ao Daniel e fomos festejar. Tudo aos pares, eu e o Daniel, a Sakura e o Gerard e, claro, o nosso Jamy e a Mary. Amanhã iria ser o concerto dos My Chemical Romance, estávamos excitadíssimos.
Era Sábado, o dia do concerto dos MCR, já estávamos todos prontos e, o melhor de tudo, íamos ficar na zona VIP ! Yay !

Eram 20:30, hora do concerto, Sakura despedira-se de Gerard com um beijo e sentou-se a nosso lado.  
Concerto foi espectacular, eram agora 2:00, estávamos exaustos, mas apetecia-me mesmo, mesmo fazer sexo com o Daniel.

Eu: - Danny… Queres … hã… cama ? =X
Daniel: - Era mesmo nisso que estava a pensar. – Agarrou-me e atirou-me para a cama – Amo-te Katie !
Eu: - Também te amo Dan. (: 

Sakura: 

 Fui para casa do Gerard, era TÃO grandeee. *.*
Gerard: - Minha Flor… vamos para o meu quarto ?
Eu: - Bora !

Fomos para o quarto, uau! Tinha um jacuzzi *.*

Gerard: - Vamos lá para dentro ? – Apontou para o jacuzzi.
Eu: - Claro! – Despi-me logo, logo.

Entrámos nus dentro do jacuzzi e, com toda a paixão, unimo-nos em mimos e carícias.

Mary:

Eu e James, entrámos no quarto já enrolados um no outro. Chegámos ao quarto e tirei-lhe a t-shirt, ele tirara o meu top. Atirei-me para cima da cama e tirei os meus corsários, deixei-me cair em cima de James. James parou de repente os meus beijos : - Estás preparada para isto, amor ?
- Sim, contigo era o que eu mais queria. – Disse com um ar bastante confiante.
 
Voltámos aos beijos e carícias, tirei-lhe as calças enquanto brincava com a sua língua.
Beijei-lhe o corpo inteiro e ele empurrara-me para fora do seu corpo: -PÁRA ! – disse James tentando respirar.
 Eu: - Desculpa… pensei que também estavas preparado.
James: - Preparado, estou. Mas lembro-me do Peter e daquele dia.
Eu: - Qual dia ?? Quem é o Peter ?? – Seguiu-se um momento de hesitação, mas contou-me tudo o que se passara naquela noite… fiquei chocada, mas continuei com os beijos e ele quis prosseguir.
Tirou-me a langerie ao mesmo tempo que eu tirava os seu boxers, pôs-se por cima de mim e beijou-me todo o corpo, apalpando-me. 
James: - Estás mesmo preparada? Posso avançar ?
Eu: - Claro. Força !

Ele enfiou o seu pénis dentro de mim, devagar, para não me magoar e comecei a gemer de prazer. Beijou-me, para me calar, mas não conseguia. Ele parou, será que pensara que não queria ? Mordi-lhe o lado num tom provocador, em sinal que podia continuar.

Quando já estávamos muito “cansados” para continuar, ele deitou-se a meu lado, tapou-se com os lençóis, e acariciamo-nos até adormecer…

Amanhã era um novo dia, mas este dia… ficaria sempre na memória.

               Tudo está bem… quando acaba bem ! (:

                                                                                                     Fim!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:31

Tudo aqui presente é da autoria de Dália Rodrigues. Plágio é crime. Just sayin'...


4 comentários

Sem imagem de perfil

De aninha a 15.08.2008 às 01:58

adorei o final e pena ter acabado já, gostava de saber o que tinha acontecido ao miudo, mas pronto a proximo historia tbm vai ser mto fixe:D
Sem imagem de perfil

De Claudjinhaa a 15.08.2008 às 22:02

AMEI AMEI AMEI

Estou anciosa pela proxima fic , apesar de saber umas coisinhas :b

AMO-TEEEEEEEEEEEE
Sem imagem de perfil

De Nao interessa a 17.08.2008 às 20:46

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! QUÉSTA MERDA , MEU?! EU NUNCA ME RI TANTO A LER UM BLOG! É A MAIOR PALHAÇADA QUE EU JÁ LI EM TODOS OS ANINHOS QUE JÁ VIVI NESTA VIDA. POR AMOR DE DEUS!!! O Gerard Way a quase atropelar crianças inocentes e a levar-lhes para o seu quarto de hotel para fazerem sexo de reconciliação ( para ele se redimir de quase a ter atropelado ) ? LOOOOOOOOOOOOOOOOOL
É ridículo tu falares num concerto dos My Chem em Londres e depois a gaja aparecer na casa do Gerard , que fica sensivelmente no outro lado do mundo.. E depois o Harry Potter ? Essa pobre criatura.. Tou sem palavras, tu devias ganhar um premio.. A serio, fizeste-me rir à brava, em frente a um pc e sozinha.. Olha que isso não costuma acontecer muitas vezes xD
Dizes na tua 'historia' que o Gerard agradece à outra por não ser tão histérica Tas-te a ver reflectida nessa personagem? Eu acho que ele iria dizer o mesmo a ti, se descobrisse que fazias historias eroticas sobre ele.. Vais-me desculpar mas.. ISSO NAO É HISTERISMO?
Tu não és fã dos My Chemical Romance, tu és fã da belezura do Gerard ! E desculpa lá .. Isso não é ser fã de nada. Se fosses fã dos My Chemical Romance, escreverias sobre as musicas deles, os concertos deles, as guitarras deles, as baterias deles.. Não escreverias historias pornográficas ( e pornografia de má qualidade, diga-se ) sobre as namoradas imaginárias do Gerard Way . Keep Dreaming .
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! QUÉSTA MERDA , MEU?! EU NUNCA ME RI TANTO A LER UM BLOG! É A MAIOR PALHAÇADA QUE EU JÁ LI EM TODOS OS ANINHOS QUE JÁ VIVI NESTA VIDA. POR AMOR DE DEUS!!! O Gerard Way a quase atropelar crianças inocentes e a levar-lhes para o seu quarto de hotel para fazerem sexo de reconciliação ( para ele se redimir de quase a ter atropelado ) ? LOOOOOOOOOOOOOOOOOL <BR>É ridículo tu falares num concerto dos My Chem em Londres e depois a gaja aparecer na casa do Gerard , que fica sensivelmente no outro lado do mundo.. E depois o Harry Potter ? Essa pobre criatura.. Tou sem palavras, tu devias ganhar um premio.. A serio, fizeste-me rir à brava, em frente a um pc e sozinha.. Olha que isso não costuma acontecer muitas vezes xD <BR>Dizes na tua 'historia' que o Gerard agradece à outra por não ser tão histérica Tas-te a ver reflectida nessa personagem? Eu acho que ele iria dizer o mesmo a ti, se descobrisse que fazias historias eroticas sobre ele.. Vais-me desculpar mas.. ISSO NAO É HISTERISMO? <BR>Tu não és fã dos My Chemical Romance, tu és fã da belezura do Gerard ! E desculpa lá .. Isso não é ser fã de nada. Se fosses fã dos My Chemical Romance, escreverias sobre as musicas deles, os concertos deles, as guitarras deles, as baterias deles.. Não escreverias historias pornográficas ( e pornografia de má qualidade, diga-se ) sobre as namoradas imaginárias do Gerard Way . Keep Dreaming . <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Cheers</A> , Honey . @
Imagem de perfil

De Dady a 17.08.2008 às 21:44

Nao gostas tu mas há quem goste.
E em vez d fazeres comentários anónimos, experimenta dar a cara !

Passa bem , que nao me apetece aturar pessoas como tu ! Nao preciso da tua opiniao.

Comentar post



sobre mim

foto do autor