Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


world so cold.

por Dady, em 05.01.11

"I never thought I’d feel this
Guilty and I’m broken down inside
Livin’ with myself
Nothing but lies"

 

 

          Os trajes brancos e leves eram paisagem abundante. Pirilampos e borboletas voavam acompanhados, ambos com cores muito calmas. Passou os olhos em redor e desconheceu tudo palpável. Porém, aquela sensação dentro de si não era de todo nova. Não conseguia pensar e tudo o que imaginava, não era imaginação, mas realidade.

          A mulher esbelta e o pequeno rapaz rechonchudo estavam de mãos dadas, aproximando-se. Sorrisos concordantes foram-lhe lançados. As lágrimas de redenção não se prenderam como habitual. Era libertador, mas constrangedor ao mesmo tempo. Levou as mãos aos olhos, para as impedir, mas tarde demais. Fechou as pálpebras; os seus olhos azuis já eram um verdadeiro oceano.

          Inspirou e abriu os olhos já secos. Estava numa dimensão completamente diferente assemelhando-se a um mundo de pernas para o ar. Havia um silêncio e uma frieza que congelava como neve trazidos pelo vento. O ódio e a raiva estavam despertos outra vez. Os sentimentos de rancor pesavam a respiração como se a sala estivesse cheia de gente, mas encontrava-se sozinho. Cerrou os punhos e começou a esmurrar a parede. Soltou um rugido irado.

          Um arrepio percorreu o seu corpo e deixou-o sem respiração, estrangulado ou afogado. Tossiu roucamente, impulsionando o corpo para a frente. A respiração voltou-lhe aos poucos, enquanto adaptava os olhos à claridade e sentia onde estava às apalpadelas. As dores atrofiavam-lhe os movimentos e sentia o coração bater muito devagar, ameaçando parar a qualquer momento. Então, aconchegou-se e voltou a fechar os olhos. Respirou fundo com dificuldade e esperou que alguém reparasse no seu estado.

 

in World So Cold.

 

sim, é completamente diferente do que costumo escrever.

espero que gostem (:

 

Truly in love,

Dady@

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:38

Tudo aqui presente é da autoria de Dália Rodrigues. Plágio é crime. Just sayin'...


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Luana* a 07.01.2011 às 20:34

Adorei *-*
Sinto um fascínio por tudo o que escreves, nem que seja um mísero parágrafo, pois nesse mesmo parágrafo consegues transmitir as emoções que sentis-te ao escrevê-lo.( Não me peças para escolher um dos quatro como favorito, é impossível)
E sei que já te isso várias vezes mas, adoro a maneira como escreves.
Sem imagem de perfil

De Zahra a 22.01.2011 às 14:33

bom post.

Comentar post



sobre mim

foto do autor