Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


tu.

por Dady, em 26.03.12

16 de Fevereiro de 2012

Tu,

Tu, que bem sabes sempre o que me vai na mente e no coração. Tu, que me dás a vida sem pedir nada em troca.

Sei que irás entender os meus sentimentos pelas palavras que te dedico, pois tu és mesmo assim: sabes tudo, sem te dizer nada. Abraças-me, sem ter de chorar; sorris-me, sem ter de retribuir; amas-me, sem ser preciso que te diga tal palavra, visto que o sentes na energia que emana da minha alma.

Agradeço-te por todos os conselhos que não eram necessários, pelos sorrisos a que nunca consegui resistir, pela cumplicidade que me aquece nos dias frios e mesmo nos quentes.

Não me esqueças.

 

                                     Palavras de amor,

                                                        da tua eterna vida.

 

 

 

(carta do teste de português)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:56

Tudo aqui presente é da autoria de Dália Rodrigues. Plágio é crime. Just sayin'...


1 comentário

Imagem de perfil

De marlene cerm a 27.03.2012 às 19:45

Tão adorável, minha querida. (:

Comentar post



sobre mim

foto do autor